Metais Não-Férricos Especiais e Refratários

Vendemos para toda a Europa. Vários materiais não férricos especiais e refratários. Temos um grande armazém na Europa. Comercializamos de diversos fabricantes de metais refratários. Envios em 24h para toda a Europa.

Nióbio_Tool_Maker_Shop.jpg
Tântalo_Tool_Maker_Shop.jpg
Ligas_de_Níquel_Tool_Maker_Shop.jpg
Molibdénio_Quadrado_Tool_Maker_Shop.jpg
Rénio_Tool_Maker_Shop.jpg
Ósmio_Tool_Maker_Shop.jpg
Ruténio_Tool_Maker_Shop.jpg
Irídio_Tool_Maker_Shop.jpg
Ródio_Tool_Maker_Shop.jpg
Paládio_Tool_Maker_Shop_.jpg
Platina_Tool Maker Shop.jpg
Ouro_tool Maker Shop.jpg
 

O nióbio tem uma temperatura de fusão muito alta e não se danifica com ácidos à temperatura ambiente.

Possui uma camada de óxido e é semelhante ao tântalo. No entanto, tem uma densidade muito menor. 

 

O tântalo é um dos metais de alto ponto de fusão, é muito resistente aos ácidos (exceto ácido fluorídrico). É muito duro, elástico e bem deformável. É um metal soldável.

Aplicações industriais: Engenharia elétrica, química, na construção de fornos de alta temperatura, em plantas de evaporação, em tecnologia nuclear.

 

O titânio  é um elemento químico ( Ti) 

É leve, forte, elástico, branco metálico brilhante e resistente à corrosão. É particularmente adequado para aplicações em que são exigidas alta resistência à corrosão, resistência e baixo peso. Pertence aos metais de transição. 

 

A prata de tungsténio (AgW) é um dos metais compósitos da prata.

A sua composição varia entre 50-85% de W (tungsténio), com o equilíbrio de Ag (prata) como material de contato com baixa tensão para comutação sob o ar, usado também como material de elétrodo. Veja outros compósitos, em ver características.

 

Ligas de níquel 601 (2.4851 / US N06601)

Uma liga de níquel-cromo com adição de alumínio para excelente resistência à oxidação e outras formas de corrosão em alta temperatura. Boas propriedades mecânicas a temperaturas elevadas. Utilização para fornos industriais, equipamentos de tratamento térmico, como cestos, mufla e retortas, para equipamentos petroquímicos e outros equipamentos de processo e para peças de turbinas a gás.

 

O tungsténio é imbatível quando se trata de resistência ao calor. O tungstênio tem o ponto de fusão mais alto de todos os metais e possui, após o elemento carbono com 3422 ° C, o segundo ponto de fusão mais alto de todos os elementos químicos. O tungsténio é usado geralmente para: contactos elétricos de comutação, condutores de aquecimento, blindagem, elétrodos de erosão, elétrodos de soldagem, ferramentas de solda por fricção, termopares, porta-ferramentas, pesos de balanças, tecnologia médica, elementos de proteção para gamas de radiação ou raios-X.

 

O molibdénio (Mo 99,95%) é usado onde as altas temperaturas são geradas, como elementos de aquecimento de alta temperatura, blindagens, filamentos incandescentes, cadinhos de evaporador, drives de foguetes, blindagens de radiação, tubos de proteção térmica, anôdos de raios-X, elétrodos de soldagem, termodes, revestimentos deslizantes, componentes e barras de aquecimento em fabricação de vidro, alvos de pulverização e similares. O molibdénio tem uma alta condutividade térmica e versatilidade. As hastes de molibdénio são produzidas pela nossa indústria metalúrgica.

 

A aplicação do Rénio é limitada devido à sua disponibilidade. É usado principalmente em pequenas quantidades para fornecer benefícios substanciais, como aditivo de liga: o rénio é um componente com superligas resistentes ao calor.

As superligas à base de níquel são usadas frequentemente em motores a jato, onde são valorizadas pela sua alta resistência.

As ligas que contêm rénio também podem ser usadas em cadinhos, contactos elétricos de autolimpeza, eletroímãns, medidores de ionização e espectrógrafos.

 

Este composto forma-se espontaneamente quando o ósmio puro está em contato com o ar, e é ao mesmo tempo volátil e extremamente tóxico, portanto, o metal puro é raramente usado. O ósmio é o elemento de ocorrência natural mais denso e confere dureza quando é usado em ligas metálicas. As ligas que contêm o ósmio são duras e são usadas em muitos contextos, sobretudo onde há resistência ao desgaste causada pelo atrito quando há uma operação frequente.

 

O ruténio é notável por ser um metal duro e resistente à corrosão. 

É um metal mais duro do que a platina e o paládio, e como o ródio, pode ser usado para endurecer as ligas desses elementos. Os revestimentos finos de ligas de platina-ruténio e paládio-ruténio são usados com frequência ​​para fazer contactos elétricos resistentes ao desgaste. 

Além disso, o ruténio é adicionado ao titânio para oferecer resistência à corrosão.

É também usado em superligas de cristal único de alta temperatura, maioritariamente usadas em aplicações aeroespa-ciais

 

O irídio é o metal mais resistente à corrosão de todos os metais, é extremamente duro e tem uma temperatura de fusão extremamente alta - 2466 graus Celsius. Embora a resistência à mudança do metal irídio seja extremamente desejável para algumas aplicações, a desvantagem é que o irídio sólido é muito duro e frágil para trabalhar ou maquinar e fundir a uma temperatura muito alta para tornar a fundição tradicional prática.

 

O ródio é um metal duro e durável, com uma aparência prateada brilhante e com alta resistência à corrosão. É um dos metais mais raros na crosta terrestre. 

Os catalisadores à base de ródio são amplamente utilizados em processos industriais e outras aplicações da química orgânica.

O ródio é usado como um agente de liga que melhora a resistência à corrosão e aumenta a dureza da platina e paládio.

As ligas que contêm ródio são usadas em velas de ignição, equipamentos avançados de laboratório e em termopares. 

Na fabricação de joias, são galvanizadas em ouro branco ou platina, camadas extremamente finas do metal precioso para dar uma superfície branca reflexíva, trata-se de um processo conhecido como "ródio intermitente".

 

O paládio é semelhante a outros elementos do grupo da platina, é um metal prateado que é relativamente não reativo, mas do grupo tem o menor ponto de fusão e é o menos denso. Nas suas aplicações é mais semelhante à platina: útil na forma metálica para a produção de uma variedade de produtos e como um catalisador. 

O paládio catalisa reações envolvidas na quebra de petróleotratamento de água, produção de ácido nítrico e fabricação de polímeros, e é encontrado em conversores catalíticos e células de combustível, como catalisador. 

É usado também para aumentar a taxa de reações de hidrogenação e desidrogenação, e serve muitas funções catalíticas especializadas em química orgânica.

 

A platina é, de certa forma, o melhor metal para a joalheria do que a prata ou o ouro, que não mancha como a prata. 

Uma vez que vários joalheiros começaram a usar o metal no final de 1800, a platina cresceu rapidamente em popularidade, tornando-se particularmente na moda para o estabelecimento de pedras sem cor, que se prolongou até 1940, quando o uso de platina estava restrito à produção industrial de produtos químicos necessários para o reforço da guerra. A platina foi substituída por ouro branco devido a essas restrições, mas voltou a ser popular nos últimos anos.

As ligas de platina são usadas numa ampla gama de configurações onde a inércia química ou a resistência ao desgaste são importantes, incluindo dispositivos médicos, instrumentos de laboratório, contactos elétricos, velas de ignição e motores de turbinas.

 

O ouro metálico puro possui propriedades notáveis ​​por ser o mais maleável e dúctil dos metais e com uma cor incomum a par com os elementos da sua classe. É principalmente não reativo, conduz bem eletricidade e é extremamente denso. A densidade do ouro ajudou a conduzir a sua relativa raridade, pois quando a Terra foi formada o ouro teria afundado em grande parte no centro do planeta. Segundo a ciência, praticamente todo o ouro descoberto pelos seres humanos foi depositado consideravelmente mais tarde por meteoritos que continham o elemento. 

A raridade do ouro explica-se pela sua combinação entre a facilidade com que pode ser trabalhado, a distinção visual e a resistência à corrosão química, que faz com que seja um material extremamente incomum e objeto de muito fascínio. 

Solicitar orçamento:
arrow&v
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

© 2018 Grinding Solutions Portugal